Os preços praticados pelos postos de combustíveis continuaram em queda, de acordo com levantamento divulgado pela ANP -Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, muito embora a Petrobras tenha anunciado, neste mês de maio, dois aumentos para a gasolina processada por suas refinarias.

Entre abril e a segunda semana de maio deste ano, o preço médio do combustível passou de R$ 4,127 para R$ 3,802, no Rio Grande do Sul, uma queda de 7,9%. Em Porto Alegre, o preço médio variou no mesmo período de R$ 3,953 para R$ 3,790, uma redução de 4,1%.

O mesmo comportamento dos preços está sendo observado no restante do país.

No entanto, neste maio, a Petrobras já anunciou dois aumentos para a gasolina produzida por suas refinarias, num total de 21,35% (11,62% em 07/05 e 9,72% uma semana depois).

Queda na atividade econômica, com menor consumo, ditado pelo distanciamento social, recomendado por especialistas da área de saúde, combinado com a perda de poder aquisitivo do consumidor certamente explicam essa defasagem entre os preços em ascensão das refinarias e aqueles praticados pelos Postos.

Petrobras aumentou preço da gasolina, mas continua em queda para consumidor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *