20/08/2021 – O Ceará está protagonizando um papel importante na reciclagem de óleo lubrificante. O  estado está entre os que mais coleta e trata o óleo lubrificante usado no Nordeste, o que representa 13% do total. Somente em 2020, foram 7,1 milhões litros coletados em mais de 115 municípios e levados para um novo refino, de acordo com a ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

O óleo lubrificante é um resíduo altamente perigoso à saúde e ao meio ambiente.  Um único litro de óleo lubrificante usado, também conhecido como OLUC, é capaz de contaminar 1 milhão de litros de água.

Um dos fatores que contribuirá para aumentar o volume de coleta de OLUC no Estado do Ceará é a instalação do primeiro e único Centro de Coleta autorizado pela ANP no estado.

Os óleos lubrificantes são utilizados sobretudo em máquinas e equipamentos industriais, setor automotivo e de infraestrutura.

Após o uso, os aditivos que compõem o óleo lubrificante se degradam e esse óleo perde suas funções e desempenho, tornando-se óleo lubrificante usado e contaminado. Em função do seu potencial poluidor, a legislação brasileira determina que todo OLUC deve ser coletado e destinado para um novo refino, e proíbe o uso do resíduo como combustível, destinação para queima ou para quaisquer outros fins.

Em 2020, foram coletados no Brasil mais de 450 milhões de litros de óleo lubrificante usado em diferentes fontes geradoras, como postos de gasolina, oficinas, concessionárias, e gerados em máquinas industriais nos mais variados setores, do agronegócio à mineração.

Fonte: Petro Notícias

Rerefino de óleo lubrificante – Ceará se destaca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *