O preço médio da gasolina no RS, assim como no resto do país, continuou subindo semana passada, de acordo com levantamento da ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

No período de 05 a 11 de setembro, o preço médio da gasolina no Estado passou de R$ 6,302 para R$ 6,335. Desde janeiro, o combustível automotivo vendido nos Postos contabiliza um aumento de 33,5%, ainda assim inferior aos 43,26% determinado pela Petrobras em sua   refinaria Alberto Pasqualini, em Canoas, para a gasolina sem a mistura de etanol anidro.

Conforme Edson Silva, economista-chefe da ES Petro, “não deixa de ser curioso que nesta quinzena (de 01 a 15/09) não houve alteração no PMPF do Rio Grande do Sul, o chamado preço pauta, sobre o qual a secretaria da fazenda cobra o ICMS. Mais: esse preço está congelado desde o dia 16 de agosto e teve redução relativamente à quinzena iniciada em 01 de agosto”.

Essa constatação joga por terra a narrativa do governo federal, que atribui o absurdo aumento no preço dos combustíveis ao ICMS (que, diga-se, é alto) cobrado pelos Estados, tese que está sendo endossada pela presidência da Petrobras, comandada pelo general Joaquim Silva e Luna.

Cabe registrar que, segundo levantamento da ANP, o preço do diesel assim como o do chamado gás de cozinha GLP, botijão de 13 k, continuou subindo semana passada, impactando o custo de vida de quem tem renda, notadamente das camadas mais populares.

Preço da gasolina segue nas alturas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *