De acordo com a ANP – Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis -, a produção de petróleo nas bacias do pré-sal respondeu, em fevereiro último, por 57,4% da produção total de petróleo e gás do Brasil. Foram 3,182 milhões de barris de óleo equivalente por dia, sendo 2,489 milhões de barris de petróleo por dia (bbl/d) e 110 milhões de m³ diários de gás natural.

A produção de petróleo no período diminuiu 5,4 % na comparação com janeiro e 4,9% quando comparada com fevereiro de 2018. Já a produção de gás natural teve uma redução de 2,7% em comparação ao mês anterior e um aumento de 0,3%, se comparada com o mesmo mês de 2018.

33 empresas foram responsáveis pela produção nacional de fevereiro último.

39,7% do que foi produzido correspondeu a óleo leve (>=31°API), 48,4% a óleo médio (>=22 API e <31 API) e 12% óleo pesado (<22 API). Lembrando que o Brasil produzia predominantemente petróleo pesado, de menor produtividade em derivados como gasolina e outros combustíveis, realidade que tem se alterado positivamente com as descobertas na província do pré-sal.

Fonte: ANP

 

Petróleo do pré-sal supera produção dos campos tradicionais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *