Dados revelados pela ANP – Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – dão conta de que o consumo nacional de gasolina C comum cresceu 5,3% entre fevereiro e março últimos, lembrando que o terceiro mês do ano teve 3 dias a mais que fevereiro. No mesmo período, também houve expansão do consumo brasileiro de diesel, da ordem de 4%.

Os preços ao consumidor da mesma forma registraram aumentos, ainda que bem inferiores aos praticados pela diretoria da Petrobras. Em março, os preços da gasolina C comum praticados pela petroleira acumularam aumento de 10,36%, já nos postos, o reajuste cobrado dos consumidores somou 5,9%.  No diesel, deu-se pouco diferente: o aumento praticado pelas refinarias da Petrobras ficou em 1,04% e na ponta, junto aos Postos, o aumento médio no Brasil foi de 2,2%.

O consumo brasileiro de gasolina em março registra certa recuperação, mas quando se amplia o ângulo de observação os resultados ainda são bem negativos. Esse mesmo consumo caiu 14,2% frente a março do ano passado e no acumulado do ano há uma queda de 9,4% entre o primeiro trimestre deste ano e o mesmo trimestre do ano passado. Igual resultado negativo se observa com o diesel.

Rio Grande do Sul

Pouco mais de 355 milhões de litros de gasolina C comum foram consumidos no Rio Grande do Sul, contabilizando um crescimento de 3,3% diante do total de fevereiro.

A exemplo do observado nacionalmente, os preços ao consumidor praticados pelos postos de combustíveis subiram bem menos que aqueles das refinarias: aumento de 4,4% pago pelos consumidores, contra um aumento de 10,36% determinado pela Petrobras.

Os números seguem negativos para outros parâmetros: queda de 4,6% do abastecimento entre março último e março do ano passado e queda de 0,8% entre os três primeiros meses deste ano e igual trimestre de 2018.

Já no diesel, importante insumo da atividade econômica, o desempenho melhorou significativamente, dado o período de colheita dos principais cultivos agrícolas do estado: soja, arroz e milho.

O consumo em março foi de 355 milhões de litros, contabilizando um aumento de 29,4% em comparação com fevereiro, de 1,9% relativamente a março do ano passado e de 1,8% entre o primeiro trimestre de 2018 e os três meses do ano em curso.

 

 

Aumenta consumo de combustíveis, mas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *