07/02/2020 – O preço da gasolina ao consumidor na capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, acumulou um aumento de 5,9% no ano passado, de acordo com dados apurados pela pesquisa de preços da ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

homem escalando escadaAo longo dos doze meses do ano passado, houve 30 semanas com queda acumulada nos preços e 21 com aumentos.
O litro do combustível na capital gaúcha começou o ano custando em média R$ 4,511 e terminou aos R$ 4,781.

Invariavelmente, o litro da gasolina, além do preço cobrado pela refinaria da Petrobras, é composto por contribuições federais (Cide, PIS/Cofins), ICMS (estadual), custo do Etanol anidro misturado à gasolina na proporção de 27%, assim como pela margem da distribuidora e do Posto.

O Etanol anidro, produzido no setor sucroalcooleiro, iniciou o ano custando R$ 1,8328/litro e encerrou dezembro ao preço médio de R$ 2,2024.

Em 03 de janeiro do ano passado, as refinarias da Petrobras entregaram a gasolina às distribuidoras faturando R$ 1.467,50/litro, preço que chegou aos R$ 1.904,80 em 01 de dezembro.

Para Edson Silva, economista-chefe da ES Petro, “fica visto que um preço com tantas variáveis, sujeitas a flutuações, exige muita disciplina profissional tanto das distribuidoras como sobretudo dos operadores de Postos de Combustíveis, de modo a praticar um preço justo para seu cliente e assegurar resultados que remunerem a atividade econômica.

 

A complexa definição de preço dos combustíveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *