08/07/2020 – Já está vigorando o aumento de 4,94% para a gasolina produzida pelas refinarias da Petrobras. Foi o segundo reajuste nestes oito dias de julho, acumulando uma subida de 7,88%.

Esse é um comportamento que se repete desde maio último, quando os preços da petroleira subiram 37,93%, seguido de outro aumento acumulado em junho de 14,73%, revertendo as reduções praticadas em meses anteriores. Apesar disso, o acumulado do ano ainda indica uma redução de 6,32%.

Bem diferente se comportam os preços da gasolina vendida pelos Postos de Combustíveis ao consumidor. De acordo com dados da ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis -, o preço médio da gasolina, entre janeiro e junho últimos, teve uma redução de 13,4% no país. Em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, essa redução foi anda maior, da ordem de 16,5%.

Essa enorme diferença entre a redução de 6,32% no preço da gasolina fornecida pela Petrobras e uma redução bem maior na ponta, ao consumidor, se explica pela redução da margem bruta dos Postos e pela queda na procura. Conforme a ANP, o consumo de gasolina em maio – último dado disponível – teve uma queda no consumo nacional de 20,4% frente a maio do ano passado e de 19% no Estado do Rio Grande do Sul.

Petrobras aumenta preço da gasolina nas refinarias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *