Pela 1ª vez em 10 anos volume fica abaixo de 1 milhão de unidades

04/07/2016 – Os emplacamentos de veículos caíram 25% no primeiro semestre na comparação com igual período do ano passado ao somarem pouco mais de 983,5 mil unidades, entre leves e pesados, de acordo com dados divulgados na segunda-feira, 4, pela Fenabrave. O volume fez deste o pior primeiro semestre dos últimos dez anos, ficando pela primeira vez com volume abaixo de 1 milhão de unidades no período.

No segmento de leves houve retração de 25% no acumulado, passando de 1,26 milhão para 951,2 mil unidades no comparativo anual. Comerciais leves tiveram queda mais acentuada, de 27,5%, ao emplacar 140,5 mil unidades no acumulado, enquanto automóveis, com 810,6 mil unidades, ficaram 24,6% abaixo do apurado em mesmo período do ano passado.

Em pesados, que inclui caminhões e ônibus, a queda foi maior do que leves, 34%, ao licenciar 32,3 mil veículos contra os 49,1 mil da primeira metade do ano passado. Os emplacamentos de caminhões recuaram 31,9%, para 25,4 mil unidades, enquanto os de ônibus diminuíram 40,7%, para pouco mais de 6,9 mil chassis.

Considerando as vendas mensais, o volume de 171,7 mil veículos emplacados em junho ficou 2,5% acima dos 167,5 mil licenciados em maio, em parte por causa do maior número de dias úteis de junho. Apesar disso, a média diária caiu, passando de 8,3 mil unidades em maio (20 dias úteis) para 7,8 mil unidades em junho (22 dias úteis). Sobre junho do ano passado, quando foram licenciados 212,5 mil veículos, entre leves e pesados, houve queda de 19,1%.

Todos os segmentos – exceto ônibus – tiveram crescimento das vendas na passagem de maio para junho, sendo que comerciais leves apresentaram o maior índice de alta, de 8,6%, enquanto caminhões subiram 3,1%, e automóveis, 1,5%. Já ônibus foi o único com resultado negativo no comparativo mensal, com queda de 6,7% sobre maio.

(artigo publicado no site AUTOMOTIVE BUSINESS http://automotivebusiness.com.br/noticia)

Emplacamentos caem 25% no 1º semestre 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *