16/12/2020 – O preço da gasolina nas refinarias da Petrobrás é vendido às distribuidoras, a partir desta quarta-feira, com um aumento de 3%. Também teve aumento o preço do diesel, da ordem de 4,03%. Certamente, as distribuidoras irão repassar os novos preços para os postos de combustíveis, fazendo o consumidor sentir o impacto da inflação que cresce.

Também a partir desta quarta-feira, passa a vigorar novo aumento no ICMS que incide sobre os combustíveis consumidos no Rio Grande do Sul. O chamado preço pauta, de hoje até o final do mês, será de R$ 4,6119 para a gasolina C Comum, cravando um aumento de 0,99% sobre o valor que vigorou na primeira quinzena de dezembro. É sobre este valor que incidirá a alíquota de 30% cobrada na gasolina C comum vendida nos postos, independentemente do valor praticado pelos Postos de Combustíveis. De sublinhar que o preço pauta subiu também no Etanol, no diesel, no GLP (também conhecido como gás de cozinha) e no GNV – Gás Natural Veicular.

Curiosamente, entre os três Estados do Sul, Santa Catarina, que não refina uma gota de petróleo, ao contrário do Rio Grande do Sul e Paraná, foi o único que manteve o preço do ICMS para os combustíveis.

A sucessão de aumentos tem um terceiro componente – o etanol anidro, misturado à base de 27% na gasolina que sai das refinarias. Seus preços vêm crescendo nas usinas, tendo aumentado 0,94%, entre os dias 04 e 11 do mês em curso.

 

 

__________________

Edson Silva – é economista e ex-Superintendente de Abastecimento da ANP – Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

 

 

Onda de aumentos na estrutura de preços dos combustíveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *