06/04/2021 – Segundo a ANP anunciou hoje, terça-feira, em Seminário online, o consumo de combustíveis do Brasil, em 2020, teve uma queda de 5,97% na comparação com 2019.

Por combustíveis, o pior desempenho foi registrado pelo QAV – Querosene de Aviação -, com uma queda de 49,2% em seu consumo, o pior desde o ano de 2000.

Já as vendas do combustível mais consumido no Brasil – o diesel – se mantiveram estáveis, com um ligeiro aumento, de 0,3%. De toda forma, o volume consumido de 57,4 bilhões de litros foi o maior desde 2015.

Por outro lado, as vendas de gasolina tiveram uma queda no período, da ordem de 6,13%, quase igual ao volume consumido em 2011.

Depois do diesel, o GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) foi outro combustível que contabilizou números positivos de vendas no ano passado: crescimento de 3,01%, sendo que, isoladamente, o recipiente de 13k – o mais consumido nos lares brasileiros – teve aumento de 5,08%.

No outro extremo – o de queda nas vendas – o consumo de Etanol hidratado despencou quase 15%.

Covid-19 impactou negativamente o consumo nacional de combustíveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *