09/08/2021 – O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta sexta-feira (6/8), que o governo vai tentar acabar com a bandeira branca dos combustíveis.

Postos chamados de bandeira branca são aqueles que não são filiados a empresas nacionais ou internacionais, como Shell, Esso, Petrobras, Ipiranga, entre outras.

O mandatário também classificou como “inadmissível” o preço da gasolina vendido nos postos.

Fonte: Site Fecombustíveis, reproduzindo matéria do Metrópoles

Nota da ES Petro:

Nada mais superficial. Ou o mandatário está desinformado, hipótese em que não poderia dizer o que disse, pra não falar bobagem, ou está jogando para a plateia, ou pretende atender pressão de algum grande grupo econômico que opera no setor.

Os postos Bandeira Branca (BB) – nicho de mercado em vários países, e não apenas no Brasil – formam um segmento importante, essencial, no mercado de combustíveis. Foi-se o tempo em que postos BB eram responsabilizados por picaretagem contra o consumidor e as boas práticas concorrenciais. Graças a atividade responsável de instituições como a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP – e o Ministério Público, assim como a tomada de consciência do empresariado, o mercado foi saneado, ainda que existam aqui e ali irregularidades, praticadas tanto por postos bandeirados como por BB’s.

A existência dos Postos independentes, não vinculados a nenhuma distribuidora, possibilita a seu operador comprar produtos de quem melhor lhe convir em preço e condições de pagamento.  Esse tipo de negociação propicia ao Posto BB uma função importante na competição, contribuindo, frequentemente, para reduzir preços das gasolinas, do diesel e do etanol hidratado ofertado no mercado.

Ou seja, é contraditório (ou palavras ao vento) o Presidente afirmar que o preço da gasolina está alto (como de fato está) e pretender eliminar um tipo de agente-chave para a concorrência, de que os preços são uma variável-chave.

Os proprietários de postos BB são hoje, em sua ampla maioria, empresários sérios, que batalham com severidade pela sobrevivência de seu  negócio.

 

 

 

Bolsonaro quer eliminar postos de combustíveis com Bandeira Branca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *