29/09/2021 – Em matéria publicada segunda-feira (27/09) http://www.espetro.com.br/site/2021/09/27/combustiveis-estao-caro-e-pode-piorar/, dissemos: “Por mais que a direção da Petrobras segure, um próximo reajuste virá em seguida, de acordo com a política de preços seguida pela petroleira“. Sublinhamos o reajuste vai vir, conforme a “política de preços da petroleira” e não porque os Estados estão cobrando mais ICMS, como quer fazer crer a versão enganosa repetida pelo Presidente da República, pela Presidência da Petrobras e também tagarelada pelo Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

Pois bem, passou a vigorar hoje um aumento de 9,11% (refinaria Alberto Pasqualini) no preço do diesel, passando de pouco mais de R$ 2,783, em vigor desde 06 de julho, para R$ 3,037. Este ano o diesel mineral na Refinaria de Canoas já teve aumento acumulado de 43,62%, ao passo que a alíquota do ICMS é a mesma há muito tempo – no RS desde 2016. Já o PMPF (também chamado de Preço Pauta), sobre o qual incide a alíquota, soma um aumento de 30,54% este ano.

Alguma dúvida sobre quem mais está contribuindo para o elevadíssimo preço dos combustíveis no Brasil?

De fato, o que está ruim, piora sem cessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *